Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
MEDRONHO #1 - O Fogo não tem Quatro Letras

MEDRONHO #1 - O Fogo não tem Quatro Letras

Teatro & Arte | Teatro

Heliporto de Monchique

Entrada
Classificação Etária
Maiores de 14 anos
Bilhete Pago
Todas as Idades
2018
nov
10
a
2018
nov
18

Próxima Sessão

17 nov 2018 11:00
Dias
Hrs
Min
Seg

Duração

150 minutos

Abertura Portas

11:00

Intervalo

Sem Intervalo.

Promotor

Cosa Nostra Cooperativa Crl.

Sinopse

Preparava-se para este ano uma trilogia que pretendia continuar a pesquisa e a elaboração artística sobre a cultura do medronho, numa fórmula mais completa que, desta vez, aconteceria em três diferentes tempos e espaços da serra: A APANHA, incursão em plena serra, entre medronheiros, sobre o trabalho duro da colheita, com as canções e as merendas; a FERMENTAÇÃO, sobre a primeira transformação do fruto e, por fim, a DESTILA, acompanhando a destilação, última transformação que corresponde à passagem do fruto sólido ao seu estado líquido passando pelo vapor. Tudo isto a acontecer em destilarias da serra onde o projecto ainda não tinha chegado.
Entretanto, aconteceu o grande fogo na Serra de Monchique. Tudo parou. Tudo mudou.

A revolta, o luto e a certeza de que na serra por onde o fogo lavrou dias a fio sem cessar, pelo menos 5 anos terão de passar até voltar a haver medronheiros nas suas encostas.
Fomos então com os autores visitar a serra e falar com as pessoas. Tomámos a decisão conjunta de continuar a falar do medronho que agora já não existe. Participar com o nosso estar teatral no luto da população. Criámos assim a ideia de construir dois momentos que poderão falar do medronho que desapareceu nas chamas e do medronho que ainda existe por ter sido salvo do fogo. Esta primeira peça passar-se-á no epicentro da catástrofe, sendo que a segunda acontecerá em Marmelete que escapou ao fogo, em duas destilarias onde ainda há medronho.
A história do Romeu e Julieta monchiquense escrita por Sandro William Junqueira voltará a habitar o Alferce. A família Monteiro, Manuel Monteiro, o pai que nunca conhecemos e Ezequiel Monteiro, o filho, contarão a sua história do fogo.
Afonso Cruz escreve para o outro lado, onde o medronho ainda cresce mas onde também a energia e o percurso longo da destila do medronho poderão desaparecer de um momento para o outro.
O importante é não esquecer.

Ficha Artística

Direcção artística e encenação: Giacomo Scalisi
Textos: Sandro William Junqueira
Intérpretes: António Fonseca, Pedro Frias
Direcção técnica: Joaquim Madaíl


Organização:
Uma produção COSANOSTRA Cooperativa Cultural CRL

Autor

Giacomo Scalisi vive em Portugal desde 1998. Desde então, desenvolve actividade como programador cultural e director artístico e criador, realizando um trabalho de concepção de programas de espectáculos, exposições e festivais em torno das artes contemporâneas: Teatro, Dança, Música, Novo Circo e Artes Plásticas.


Sandro William Junqueira nasceu em 1974 na Rodésia e mudou-se para Portimão em 1986. Experimentou a música, escultura, pintura. Foi designer gráfico. Diz poesia e trabalha regular-mente como ator e encenador. É autor de projetos de promoção do livro e da leitura.
Publicou O Caderno de Algoz (Caminho, 2009), Um Piano para Cavalos Altos (Caminho e Leya Brasil, 2012), autor de um dos contos da coletânea Dez Contos para Ler Sentado (Caminho, 2012). Em 2012 foi considerado um dos escritores para o futuro pelo semanário Expresso. Recentemente publicou Quando as Girafas Baixam o Pescoço (Caminho, 2017).

Informações Adicionais

Inclui Refeição Ligeira
Em caso de alergias alimentares ou regime alimentar especial pff favor contactar a organização através do e-mail info@lavraromar.pt ou pelo telefone 282 144 379 / 913 943 034.

Espectáculo ao AR LIVRE: recomendamos o uso de calçado confortável e roupa apropriada ao frio e eventualmente à chuva.

Preços

  • Recinto - 10€

Partilhar

Serviços Adicionais

Veja ainda:

KAÔ- EMBALOS DO MUNDO, Monchique

Teatro & Arte | Teatro

Sala Mult. - JF Monchique

Sala de Estudo

KAÔ - EMBALOS DO MUNDO, Aljezur

Teatro & Arte | Teatro

Espaço +

Recinto