Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
João Pais Filipe e Burnt Friedman apresentam

João Pais Filipe e Burnt Friedman apresentam "Eurydike"

Música & Festivais | Música

GNRATION

BLACKBOX
Classificação Etária
Maiores de 6 anos
Bilhete Pago
Todas as Idades
2020
set
25

Sessão

25 set 2020 22:00
Dias
Hrs
Min
Seg

Abertura Portas

21:00

Promotor

Fundação Bracara Augusta

Sinopse

O encontro afortunado entre o baterista e percussionista João Pais Filipe e o mago da eletrónica Burnt Friedman resulta no trabalho colaborativo registado em "Eurydike" (Nonplace, 2020), a estreia discográfica através de um split-EP que se divide entre dois temas gravados por este duo, com outros dois captados em 2016 por Friedman, junto com o saudoso Jaki Liebzeit. Nele fazem uma ponte entre todo o trabalho desenvolvido ao longo de anos pelo duo de Friedman com o ex-baterista dos Can (falecido em 2017), ao abrigo do projeto Secret Rhythms, e este ainda recente duo cuja atividade foi revelada a público no festival Unsound. Não sendo propriamente uma continuação direta de Secret Rhythms, dada a marca autoral de Pais Filipe em todo o processo, parte de um interesse inaudito de Friedman pela percussão, aqui assumido numa música que explora todas as suas particularidades tímbricas, harmónicas e rítmicas em conluio com processos eletrónicos.
João Pais Filipe é baterista, percussionista e construtor de gongos e pratos, cuja intensa atividade tem estado intimamente ligada a projetos como HHY & The Macumbas ou Paisel, expandindo-se geograficamente numa rede de colaborações com artistas como Valentina Magaletti (no duo CZN), Z'EV ou Rafael Toral. Recentemente esteve em residência no Uganda, a convite da editora Nyege Nyege Tapes, onde colaborou com músicos locais.
Com quatro décadas de carreira, o germânico Burnt Friedman tem sido ao longo de todo este tempo uma das figuras mais cruciais no desenvolvimento de novas abordagens e formas em torno da música eletrónica. Com uma carreira que remonta ao final da década de 70 com os TOXH em duo com Wolfram Spyra, Friedman tem sido incansável na criação de possíveis futuros através de projetos como Some More Crime, Drome, Nonplace Urban Field, Flanger (ao lado de Atom Heart) ou Nine Horses com David Sylvian. No início deste século conjurou com Jaki Liebzeit a entidade Secret Rhythms, onde aprofundou ainda mais todo o seu fascínio pelos cruzamentos eletrónicos e orgânicos em torno da percussão.

Preços

  • Plateia - 7€

-
Partilhar

Serviços Adicionais

Veja ainda:

Rave Operática OPERAFEST Lisboa

Música & Festivais | Ópera

Museu N. Arte Antiga

Jardim